Does this newsletter look strange? View it online

CorPower nomeia veterano da indústria eólica para liderar operações em Portugal

Líder global em tecnologia de energia das ondas, CorPower Ocean, nomeia Miguel Silva para liderar as operações em Portugal.
 
25726-corpower_ocean_portugal_managing_director_miguel_silva_2_.jpg









 




A notícia chega logo após a CorPower ter divulgado planos para um novo centro de Investigação e Desenvolvimento, Fabrico, Manutenção e Operação no valor de 16 milhões de euros (18,1 milhões de dólares) em Viana do Castelo, que será a base de operações para a execução das fases finais do projeto principal da empresa, HiWave-5, com a demonstração do parque de energia das ondas ao largo da Aguçadoura, Póvoa de Varzim.

Miguel Silva irá supervisionar as atividades da CorPower em Portugal, incluindo o desenvolvimento de componentes em compósito de fibra de vidro, montagem de Conversores de Energia das Ondas (WEC - Wave Energy Converters), bem como as operações marítimas necessárias à instalação e manutenção dos parques de energia das ondas em offshore.

Traz consigo uma vasta experiência acumulada em organizações líderes em engenharia e desenvolvimento, no campo da energia eólica, tendo conduzido produtos desde a prototipagem ao fabrico em série. O seu cargo mais recente envolveu o fabrico de produtos em material compósito de fibra de vidro, enquanto diretor fabril da unidade de fabrico de pás de rotor da Enercon GmbH em Viana do Castelo.

“Estou realmente entusiasmado por participar neste projeto, que visa estabelecer firmemente a energia das ondas como uma opção de investimento, sólida e fiável, no campo das energias renováveis,” afirmou. “A nossa missão é construir um centro de investigação de classe mundial em Viana do Castelo, para o desenvolvimento e fabrico de WECs. Encontramo-nos atualmente a lançar os alicerces para futuras operações de produção em série. Para tal necessitamos de recolher quantidades substanciais de dados que “comprovem” a nossa tecnologia, tendo presente o objetivo global de concluir, com sucesso, a fase de demonstração do projeto HiWave-5, terminando-o obtendo um produto competitivo e certificado. Seguidamente, pretendemos expandir a nossa capacidade de fabrico e manutenção, de modo a estarmos preparados para o fornecimento em larga escala da nossa nova geração de WECs.”
 
“A CorPower atraiu-me pelo caracter inovador da sua tecnologia e por se encontrar a desenvolver um produto altamente eficaz que, por exemplo, produz até cinco vezes mais eletricidade por tonelada de dispositivo do que qualquer outra tecnologia de energia de ondas conhecida. O projeto é ainda sustentado por uma abordagem de investigação e desenvolvimento rigorosa, metódica e internacionalmente reconhecida, que coloca a CorPower numa posição de liderança para o fabrico de WECs comercialmente viáveis.”
 
“Portugal encontra-se igualmente numa posição privilegiada para capitalizar a energia das ondas, graças a décadas de investimento e investigação. A energia das ondas tem sido foco de investigação desde os anos 70 e o nosso país tem contribuído fortemente para os esforços europeus de investigação com documentos técnicos, projetos de I&D e múltiplos estudos. Este setor irá, em breve, atingir a maturidade e desempenhar um papel fundamental na transição de Portugal para as energias 100% renováveis, proporcionando simultaneamente uma plataforma para impulsionar as exportações, o emprego e o investimento a longo prazo nas cadeias de abastecimento nacionais.”
Hanna Nordqvist, Head of People na Corpower, afirmou: “Estamos contentes por termos o Miguel Silva na equipa e por poder contar com a sua vasta experiência, tanto a nível técnico como a nível de gestão. O seu conhecimento em tecnologias emergentes, inclui mais de uma década dedicada ao setor da energia eólica. Neste campo, foi responsável pelo arranque e otimização de operações de montagem em fábrica de turbinas eólicas onshore e offshore. O Miguel acumulou, no desempenho de várias funções, uma vasta experiência profissional internacional, em países como Alemanha, Portugal e Índia. Estou certa de que irá desempenhar um papel fundamental na construção da nossa organização local, a fim de garantir a industrialização do fabrico de WECs à escala comercial.”

A Corpower Portugal pretende criar 15 empregos de engenharia, altamente qualificados, nos próximos anos, abrangendo a conceção e fabrico de componentes em material compósito de fibra de vidro, assim como nas áreas mecânica, elétrica, de instrumentação e controlo, e de operações marítimas. Os primeiros perfis de trabalho foram anunciados aqui.

- FIM -

Para obter informação adicional:
www.corpowerocean.com / info@corpowerocean.com
Contato de Midia: Sam Pinnington sam@pressing.co Tel: +44 (0)7919 010092.
Poderá encontrar aqui um kit de imprensa com informação geral e imagens de alta resolução.
 
Acerca da CorPower Ocean
A CorPower Ocean traz para o mercado uma nova classe de Conversores de Energia das Ondas (WEC – Wave Energy Converters) de alta eficiência, que permitem a captação robusta e rentável de eletricidade das ondas oceânicas. O princípio de conceção inspira-se nos princípios de funcionamento de coração humano, em particular na forma como este faz bombeia o sangue, e oferece cinco vezes mais energia por tonelada de dispositivo em comparação com as tecnologias anteriormente conhecidas, o que permite recolher uma grande quantidade de energia através de um dispositivo pequeno e de baixo custo. A capacidade exclusiva de o WEC da CorPower se tornar transparente para as ondas que chegam fornece capacidade de sobrevivência para o WEC em condições de tempestade.

A equipa da CorPower inclui 45 especialistas em energia das ondas de 13 países, com escritórios na Suécia, Portugal, Noruega e Escócia. A empresa conta com um amplo apoio em toda a Europa, com financiadores como a InnoEnergy, a Comissão Europeia, os governos sueco e escocês, Midroc New Technology, fundo ALMI Greentech e investidores privados adicionais.
 
Acerca da Midroc New Technology 
A Midroc New Technology é o braço de investimento do grupo Midroc, com um portfólio focado em empresas de tecnologia de ponta e energia limpa. A Midroc possui operações em propriedades, construção, indústria e tecnologia ambiental, com 3600 funcionários e faturamento de SEK 6 bilhões.
 
Acerca da Almi Invest Greentech fund
Almi Invest é o investidor de startups mais ativo da Suécia. Os investimentos são feitos através de oito fundos regionais de VC e um fundo nacional de GreenTech. A Almi Invest administra um patrimônio total de SEK 3 bilhões e, desde então, começou a investir em mais de 600 startups.
 
Acerca da EIT InnoEnergy
O EIT InnoEnergy é o mecanismo de inovação para energia sustentável em toda a Europa. Apoiamos e investimos em inovação em todas as etapas da jornada - da sala de aula ao cliente final. Com nossa rede de parceiros, construímos conexões por toda a Europa, reunindo inventores e indústria, graduados e empregadores, pesquisadores e empreendedores, empresas e mercados. O InnoEnergy foi criado em 2010 e é apoiado pelo Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT).
 
Notas aos editores:
O programa estruturado de verificação de produtos em cinco fases da CorPower é reconhecido como a melhor prática do setor. Inclui a verificação passo a passo de que o plano comercial é sustentado pelas métricas físicas e económicas em cada fase, desde modelos em pequena escala (desde 2012) a produtos de matriz em escala real (plano para 2023). Testar cada máquina a seco em carregamento de onda simulado e controlado em terra para depurar e estabilizar as máquinas antes da implantação no oceano é uma parte essencial da estratégia. Inclui um processo rigoroso de certificação com a DNV-GL e validação independente do desempenho do dispositivo pela EMEC e pela WavEC.
 
O que torna a tecnologia CorPower única?
O Conversor de Energia das Ondas (WEC) da CorPower produz cinco vezes mais eletricidade por tonelada (>10MWh/t) do que qualquer outra tecnologia de ondas conhecida, combinando:
  1. Capacidade de sobreviver a tempestades, e
  2. Captura de energia fortemente ampliada em condições do mar regulares.
 
O WEC possui quatro características patenteadas de relevo: 
  1. Sistema de pré-tensão pneumática. Torna o dispositivo transparente para as ondas de tempestade e reduz em 40% os materiais necessários em comparação com um WEC equilibrado por gravidade convencional, o que reduz o CAPEX;
  2. Tecnologia de controlo de fase WaveSpring, proporcionando um aumento de 300% na Produção Anual de Energia (AEP) para um determinado tamanho de bóia.
  3. Tecnologia de caixa de transmissão em cascata, permitindo uma conversão robusta do movimento linear ampliado em rotação com baixas perdas.
  4. Tecnologia de casco composto, eliminando problemas de corrosão de água salgada e proporcionando uma vida útil longa.
Os WECs da CorPower possuem capacidade para recolher a mesma quantidade de energia anual de uma bóia com 1/10 de volume em comparação com o WEC de absorção de pontos convencional.[1] Em comparação, um WEC de 300kW da CorPower mede 9x18 metros e pesa 60 toneladas, enquanto outros dispositivos de ondas podem medir centenas de metros e pesar vários milhares de toneladas para a mesma capacidade. Obter grandes quantidades de eletricidade de um pequeno dispositivo reduz significativamente o CAPEX. Além disso, os dispositivos leves e compactos são menos dispendiosos para o transporte, instalação e manutenção, o que reduz o OPEX.
 
20473-corpower_slide.jpg
[1] Bóias de suspensão, dispositivos de absorção de pontos e matrizes, J. Falnes, J. Hals, 2
Don't want to receive newsletters from WAVEC? Click here to unsubscribe